quarta-feira, 31 de agosto de 2011

QUANDO CHEGAR SETEMBRO!

                                               

 SETEMBRO, SEJA MUITO BEM VINDO!

   Finalmente, o mês mais esperado e comemorado pelo Rio Grande chegou! Com ele a Semana da Pátria, o Dia do Jovem Tradicionalista, os Festejos Farroupilhas, o Dia da Árvore, a chegada da Primavera entre outras comemorações que juntos festejaremos em nosso blog!

   Por isso, mande teu chasque, as fotos ou videos de seus eventos! Partilhe conosco! Sempre que possível, estaremos divulgando um pouco das nossas andanças pelo nosso Estado neste mês em que as atenções do Rio Grande se voltam ainda mais para as coisas de nossa terra, de nossa gente!

   Aproveitando o ensejo, queremos desejar um mês de setembro repleto de alegrias, sucesso, realizações e que o LEGADO FARROUPILHA inspire a todos para fazermos dos Festejos de 2011, verdadeiro SUCESSO, pelo Rio Grande, pelo Brasil e pelo Mundo a fora!

   Um fraterno abraço!

   Maira Simões Rodrigues
   3ª Prenda do Rio Grande do Sul

OS 50 ANOS DO MOVIMENTO DA LEGALIDADE

 

  Os últimos dias do mês de agosto e inicio de setembro estão sendo marcados por inúmeras comemorações aos Cinquentenário do MOVIMENTO DA LEGALIDADE. Este importante episódio da história do Rio Grande do Sul e do Brasil, que teve por ícone a figura do saudoso Governador Leonel Brizola, foi o maior movimento popular no Brasil desde a revolução de 1930.

   A manhã do dia 25 de agosto de 1961 mudou o rumo da História no Brasil. Janio Quadro renunciou à Presidência mas o vice João Goulart não assumiria, segundo os militares. No Rio Grande do Sul, do Palácio Piratini, em Porto Alegre, o governador Leonel Brizola comandou a resistência com o Movimento da Legalidade.


   Dada sua relevância, nosso blog renderá a partir de hoje homenagens a esta campanha que uniu gaúchos e brasileiros pelo fiel cumprimento da Constituição da época. Vale ressaltar que a matéria compõe o conteúdo programático de História, da Ciranda Cultural de Prendas, na categoria adulta.

   Abaixo colacionamos link de videos muito elucidativos e interessantes, disponibilizados no site CLICRBS explicam pormenorizadamente os feitos da LEGALIDADE.

    http://wp.clicrbs.com.br/bastidoresdatv/category/legalidade-50-anos/?topo=52,1,1,,268,77

     Algumas fotos da Campanha da Legalidade:

     



       Outros videos interessantes estão no site Sul 21:

      http://sul21.com.br/jornal/2011/05/os-videos-da-legalidade/


                                                 


                                         

   Acompanhem conosco, esperamos que apreciem!

   Maira Simões Rodrigues
   3ª Prenda do Rio Grande do Sul

"MTG-RS e o Tradicionalismo além fronteiras": primeiros resultados!



  As facilidades do mundo moderno e a realidade virtual tornam possíveis o estreitamento de laços de amizade e a aproximação das querências mais distantes em um piscar de olhos, ou, num clic no mouse.


  Ontem, quando postamos o lançamento da proposta "MTG-RS e o Tradicionalismo além fronteiras" e passamos a encaminhar os e-mails de contato, com a mesma celeridade, as respostas já começaram a aportar na nossa caixa de e-mails. Até o momento, com menos de 24 horas do lançamento, para nossa SURPRESA E ALEGRIA, de já recebemos e tivemos contato com Tradicionalistas do Paraná, de São Paulo, dos Estados Unidos e da Espanha. Por isso, não temos dúvidas que faremos um PASSEIO PELO BRASIL E MUNDO TRADICIONALISTA, conhecendo a realidade e o trabalho daqueles que mesmo distantes da QUERÊNCIA AMANDA labutam em prol de nossas Tradições! 


  Acreditamos que além das noticias, essa proposta irá oportunizar o estreitamento de laços de amizade e o intercâmbio de informações e experiências. Assim, convidamos a todos para juntos embarcarmos nessa viagem virtual, pelo Rio Grande além fronteiras!


   Abaixo, segue a primeira noticia, vinda dos Estados Unidos, gentilmente remetida por Valéria Lessa, do CTG Saudade da Minha Terra, que divulga a realização da 1ª Ciranda Cultural de Prendas que foi realizada em New Jersey, divulgado no site Brazilian Voice Newspaper:


    Em 25 de junho, sábado, às 2:00 pm, o CTG – Saudade da Minha Terra realizará a 1ª Ciranda Cultural de Prendas de New Jersey. Durante o evento, serão escolhidas as jovens que representarão a entidade, conhecidas como “Primeiras Prendas”. O concurso tem como objetivo valorizar a cultura popular brasileira, através do tradicionalismo gaúcho.
    A organização da 1ª Ciranda Cultural contará com o apoio de Valéria Shalit, diretora do grupo infantil de danças gaúchas Brasil Tchê, e Cati Thiesen, ex-prenda no Rio Grande do Sul. Ambas frisaram que o concurso está aberto a qualquer filho de imigrantes brasileiros, independente da naturalidade.
   Cati frisou que o principal objetivo do evento é motivar as participantes a manterem boas maneiras, disciplina, aprender de forma geral a cultura gaúcha e vivenciar uma experiência positiva.
    A 1ª Ciranda Cultural terá lugar na sede do Mantena Global Care, na 109 Monroe St., 2º andar, no bairro do Ironbound, em Newark – NJ. Durante o evento, as jovens serão escolhidas através de seus conhecimentos teóricos e práticos sobre a cultura gaúcha e brasileira; suas habilidades artísticas e a criação de um projeto comunitário de relevância ao cultivo da cultura e tradicionalismo gaúcho ou de relevância e foco na comunidade brasileira em Newark.
    
                                A prenda mirim Hadassa da Silva entregará seu cargo no próximo 25 de junho


        Fonte: http://www.brazilianvoice.com/bv_noticias/bv_comunidade/41348-CTG-lana-Ciranda-Cultural-Prendas-New-Jersey.html


       Gostaram?! Nós adoramos, agradecemos e parabenizamos o trabalho desenvolvido nos Estados Unidos! Muito sucesso e aguardamos por mais novidades de vocês!


    A medida em que forem chegando outros contatos, iremos postando e divulgando para que todos acompanhem essa proposta!


    Uma super quarta-feira a todos!


    Maira Simões Rodrigues
    3ª Prenda do Rio Grande do Sul

ATÉ 2012: HISTÓRIAS DO AGOSTO!




     Já que estamos no último dia de agosto, vamos apresentar algumas curiosidades que deram a "má fama" de mês do desgosto para tantas culturas!


      Os dados abaixo tem por fonte o site: http://noticias.universia.com.br/destaque/noticia/2004/08/13/500478/istorias-do-ms-agosto.html


     O mês de agosto é popularmente conhecido como o mês do desgosto, ou do azar. Mas você sabe por quê?

     Os romanos deram ao oitavo mês do ano o nome de agosto, numa homenagem ao Imperador Augusto, quando estavam acontecendo os mais importantes fatos de sua vida, destacando-se, dentre os principais, a conquista do Egito e sua elevação à dignidade de cônsul. Porque, como e quando agosto começou a ser um mês azarento é que ninguém sabe explicar.ÿ
     As mulheres portuguesas não casavam nunca no mês de agosto, época em que os navios das expedições zarpavam à procura de novas terras. Casar em agosto significava ficar só, sem lua-de-mel e, às vezes, até mesmo viúva. Os colonizadores portugueses trouxeram esta crença para o Brasil.ÿ
    Na Alemanha, entretanto, as mulheres não acreditam no poder mágico da superstição. Enquanto em muitos países maio é o mês das noivas, lá as moças sonham casar no mês de agosto. Na Argentina, não é aconselhável lavar a cabeça durante todo o mês de agosto. Quem lava a cabeça em agosto está chamando a morte.
    A verdade é que a crença popular de que agosto é o mês de desgosto não é somente um ditado popular que rima; é, também, uma superstição internacional de grande aceitação entre nós, principalmente na zona rural do país, destacando-se, de modo muito particular, em todo o Nordeste, onde o processo de colonização foi homogeneamente português.ÿ
   Mas, apesar de muita gente se dizer incrédulo nos azares próprios do mês de agosto, muitos não se casam, não se mudam, não viajam e não fazem negócios em agosto. A verdade é que as pessoas - acreditando ou não - preferem não brincar com o mágico, com as coisas do sobrenatural.
   Existem muitos registros históricos de desastres e outros fatos ruins ocorridos durante o mês de agosto. 
   Conheça algumas dessas datas:
   No dia 24 de agosto de 1572 Catarina de Medici ordenou o massacre de São Bartolomeu, que ceifou milhares de vidas.
  No dia 14 de agosto de 1831 os poloneses foram vencidos pelos russos na chamada revolta de Varsóvia e muita gente morreu sonhando com a liberdade.
  No dia 14 de agosto de 1844 a França invadiu Marrocos.
 No dia 11 de agosto de 1863 a França dominou o Cambodja.ÿ
 Na cidade de Nova York, no dia 6 de agosto de 1890, o primeiro homem foi eletrocutado numa cadeira elétrica, como se o governo americano, arvorando-se em defensor de sua sociedade, achasse justo tirar a vida de um homem que tirou a vida de outro, isto é, fazendo a mesma coisa.
 Em 24 de agosto de 1910, o Japão invadiu a Coréia, às custas de muito sangue, de muitas lágrimas.
 No dia 1º de agosto de 1914 começou a 1? Grande Guerra Mundial.
 A Itália se apoderou, pela força das armas, da ilha de Corfu no dia 27 de agosto de 1923.
 Com a morte de Hinderiburgo ocorrida no dia 2 de agosto de 1932, Hitler assume o governo da Alemanha.
 A cidade de Pequim é invadida pelos japoneses no dia 8 de agosto de 1937.
 Não satisfeitos com milhões de vítimas causadas pela I Grande Guerra Mundial iniciada no dia 1º de agosto de 1914, os homens iniciam a II Grande Guerra Mundial em agosto de 1939.
 Mais de duzentas mil pessoas morreram nos dias 6 e 9 de agosto de 1945, quando as cidades de Hiroshima e Nagazaki foram destruídas pela bomba atômica, deixadas cair pelos pilotos Thomas Ferrebre e W. Copoeland.
 No dia 13 de agosto de 1961 foi iniciada a construção de um muro, em Berlim, depois mais conhecido como o Muro da Vergonha.
 O Paquistão e a Öndia começaram a lutar no dia 25 de agosto de 1965.
 O Exército Vermelho invadiu a Tchecoslováquia no dia 21 de agosto de 1968.
 Na Irlanda do Norte, no dia 12 de agosto de 1968, católicos e protestantes começaram a se matar em nome de Deus.
 No dia 8 de agosto de 1974 Richard Nixon renunciou à presidência dos Estados Unidos, em conseqüência dos escândalos de Watergate.
 Em agosto de 1943 o navio "Cidade de São Paulo" chocou-se com uma das alas da Escola Naval. Dezoito pessoas morreram, inclusive Dom José da Afonseca e Silva, arcebispo de São Paulo, além de muitos feridos.
 Durante o mês de agosto de 1952 caiu um DC-3 em Goiás, matando vinte e quatro pessoas e, em São Paulo, caiu um avião President com um saldo de quarenta e seis mortos e trinta feridos.
 Em agosto de 1963 dez pessoas morreram em conseqüência de um choque entre aviões da Força Aérea Brasileira, em Viçosa, Alagoas.ÿ
 Um DC-8, no dia 21 de agosto de 1963, quando tentava vôo com destino à Europa, caiu no Galeão matando doze pessoas.ÿ
 No dia 4 de agosto de 1963 dois aviões de treinamento da FAB se chocaram em Jacarepaguá ocasionando a morte de seis aspirantes da ãronáutica.ÿ
 Em agosto de 1965, um avião da TAP caiu em Cuiabá, fazendo oito vítimas.
 Em agosto de 1965 o navio "Duque de Caxias" pegou fogo em Cabo Frio, quando trinta pessoas perderam a vida.
 Em agosto de 1955 cinco pessoas morreram no incêndio da boate Vogue, dentre elas o cantor americano Warren Hayes.
 Em agosto de 1958, uma violenta explosão seguida de um pavoroso incêndio, num paiol de pólvora do Exército em Marechal Deodoro, matou dezenas de pessoas, deixando milhares de desabrigados.
 Em agosto de 1959, um incêndio que destruiu uma fábrica de tintas, no Rio de Janeiro, fez cinco vítimas, entre as quais três bombeiros.
 Como resultado de uma crise política que assolou o país, suicidou-se, às 08:30 horas do dia 24 de agosto de 1954, no Rio de Janeiro, o então presidente da República Getúlio Vargas, renunciando, assim, não somente à presidência da República como também à vida.Forças estranhas fizeram com que o presidente Jânio Quadros renunciasse à presidência da República no dia 25 de agosto de 1961.
 Vítima de um desastre automobilístico, Juscelino Kubitscheck faleceu no dia 22 de agosto de 1976.

 Aqui no Rio Grande, o também conhecido "mês do cachorro louco", também é mencionado em uma letra de música de Luiz Marenco:
     Meus sonhos tomei pra vida pra minha rédea ao meu gosto
     Pras dores da minha alma se ela cruzar este agosto
     Por favor senhor dos mates não deixe a manhã tão triste
     Mateia junto comigo que eu sei que tu ainda existe
                      
    Apesar da má fama, o mês é tão abençoado quanto os demais! Nele comemoramos, por exemplo, o DIA DOS PAIS, o DIA DO SOLDADO, ascendemos a CHAMA CRIOULA e COMEMORAMOS O ANIVERSÁRIO DA MURIEL, NOSSA QUERIDA 2ª PRENDA DO RIO GRANDE DO SUL, NO DIA 01 DE AGOSTO!

    Abaixo, segue o registro da comemoração do Aniversário da Muriel, realizada no finalzinho da Convenção!


    Espero que tenham gostado!!!

    Maira Simões Rodrigues
    3ª Prenda do Rio Grande do Sul

terça-feira, 30 de agosto de 2011

MTG-RS E O TRADICIONALISMO ALÉM FRONTEIRAS!


 
Pessoal!

   A partir do contato com a Delegação de Rondônia e a descoberta da rádio aguçaram a vontade de conhecer como o Tradicionalismo é cultivado além dos limites de nosso Estado, além fronteiras do Brasil. Essa intenção foi também corroborada com minha experiência pessoal, de ser integrante de uma família militar e integrante de uma entidade tradicionalista de um clube que congrega familia de militares das forças armadas. Isto porque é rotineiro as chegadas e partidas de famílias gaúchas que levavam consigo, além das saudades do pago, a tradição gaúcha. E mais rápido que uma garoa de verão chegava a noticia de fundação de um CTG por esses gaúchos.

  Este exemplo de altruísmo compõe a história dos CTG's que pelo Brasil e mundo divulgam a tradição gaúcha.

  Corroborado a isso, a inspiração para o desenvolvimento da proposta está no comentário postado pela Leti, que nos questionou a respeito de noticias sobre algum CTG em Fortaleza. Assim, com esse trabalho, essa e outras dúvidas poderão ser sanadas pelo nosso blog!

  Por isso, a proposta "MTG-RS e o Tradicionalismo além fronteiras" terá por objetivo a divulgação dos trabalhos em prol de nossa cultura desenvolvidos Brasil e mundo a fora, também objetivando o estreitamento dos laços de afinidade entre os gaúchos, sejam eles natos ou de coração.

  Para tanto, passaremos a postar na medida em que forem chegando os contatos de nossos amigos, que mesmo distantes, vivem o Tradicionalismo como nós outros!

  Assim, aguardem as novidades!

  Espero que vocês gostem dessa iniciativa, contribuam com conteúdo e interajam conosco!

  Maira Simões Rodrigues
  3ª Prenda do Rio Grande do Sul

Tradicionalismo fora do RS - Ariquemes/Rondônia


Por ocasião do acendimento da Chama em Taquara, tivemos a feliz oportunidade de conhecer tradicionalistas que vieram de muito longe para prestigiar e participar desse importante Evento. Entre essas pessoas, conhecemos um grupo bastante amigável e gentil...tradicionalistas de Rondônia, que enfrentaram horas e horas de viagem para se fazerem presentes.

Após momentos de conversa, nos foi feito o convite para conhecermos a Rádio do CTG Querência Nova, que durante as 24 horas do dia toca o mais autêntico ritmo gaúcho. Agora já virou costume, o site do ctg já está entre os favoritos e recomendamos: entre no endereço http://ctgquerencianova.com.br/ e tenha essa grande surpresa! A rádio, além de ser muito boa, nos coloca em contato direto com nossos irmãos tradicionalistas de além fronteiras.

Escutem e aproveitem, um belo trabalho! Mais do que recomendado!

domingo, 28 de agosto de 2011

Palavra de Prenda - Brinquedos Folclóricos por Dayala Streit



Eu sou Dayala Marina Ubessi Streit, tenho 12 anos, estou cursando a 7ª série da Escola Estadual de Ensino Fundamental Edison Quintana. Venho do município de Ibirubá, do CTG Rancho dos Tropeiros, pertencente a 9ª Região Tradicionalista. Eu iniciei no Movimento Organizado aos 8 anos de idade, quando fui junto com meus pais a um Jantar Fandango do CTG, nesta mesma noite fui convidada a participar das invernadas de dança. Dois anos após começar a dançar pedi aos meus pais se associarem no CTG, porque eu queria ser prenda de faixa, e aí em diante foram muitos momentos bons, mas também momentos difícieis.
Hoje, com muito orgulho, ostento o cargo de 2ª Prenda Mirim do Rio Grande do Sul, ouvir meu nome sendo chamado quase não tinha explicação, mas a certeza de poder dar continuidade nos trabalhos e representar o maior movimento sócio-cívico-cultural do mundo, sendo prenda e tradicionalista de alma e coração.
Para sermos Prendas Estaduais, passamos por etapas diversas, umas mais aprofundadas e outras menos. Sendo Prenda Mirim tenho a intenção de manter acesa a brincadeira da criança sadia, que faz o seu próprio brinquedo, mantendo contato com as coisas simples e em grupo. Incentivando as crianças para não passarem despercebidas por essa fase doce da vida.
Muitas crianças apenas acompanham a informatização e a tecnologia de comprar todos os brinquedos prontos, sei que devemos aproveitar todas as oportunidades que a modernidade nos dá, mas não podemos esquecer de nossas raízes e principalmente de nossos brinquedos folclóricos, da mesma maneira que as brincadeiras estão perdendo seu valor com o passar dos anos, mas temos que ver formas de resgatar nossas origens folclóricas da arte e tradição gaúcha.
Sabemos que os brinquedos e brincadeiras, atualmente, são considerados necessários para o crescimento das crianças e ajudam a desenvolver atitudes saudáveis e ensinam a viver em harmonia com os outros.
As crianças vivem num mundo próprio de encantamento, de fantasia, de sonhos, onde a realidade e o faz-de-conta fundem-se e confundem-se. Mas a necessidade de brincar não é exclusiva da criança. O homem, em qualquer fase de sua existência, sente a necessidade, que é abafada pelo pudor, pelo medo de ser considerado imaturo e infantil, já que a sociedade cobra, do adulto, um comportamento sério e responsável, onde o brinquedo esta excluído.
Sabemos que os brinquedos folclóricos gaúchos é uma manifestação folclórica, é uma expressão humana resultante da atividade cultural espontânea, não existe um folclore da criança, do jovem, do homem e do velho. A criatividade e aceitação coletiva observam-se em quaisquer fases da vida do homem e na aceitação coletiva há muito de folclore de homem adulto no mundo da criança ou vice-versa.
O desenvolvimento das brincadeiras infantis, entrega-se em seu universo, sem classificá-las em compartimentos estanques e, remetendo-nos às mais remotas origens dos brinquedos e a tradicionalidade dos mesmos.
Através da atividade lúdica a criança prepara-se para a vida, assimila a cultura do meio em que vive, a ele se integra, adaptando-se às condições que o mundo lhe oferece, aprendendo a competir, cooperar com seus semelhantes, a conviver como um ser social.
Sei que a infância é a idade das brincadeiras. Através delas, a criança satisfaz, em grande parte, em seus interesses, necessidades e desejos particulares. Conhecer a criança, em seu contexto cultural, implica observá-la no seu dia-a-dia. Como objeto do processo de aprendizagem de uma cultura, ela é submetida a um condicionamento pelos membros à qual pertence. Esse condicionamento desenvolve-se através de diferentes experiências de aprendizagem, de forma contínua, fazendo com que a criança adquira habilidade e competência necessárias à sua atuação presente e futura.
A brincadeira folclórica contém uma série de valores que, através do tempo, foram sendo selecionados de forma natural por diversas gerações, guardando relações de ajustamento à época e ao meio.
Um abraço a todos tradicionalistas!

segunda-feira, 22 de agosto de 2011

22 de Agosto - Dia Internacional do Folclore


O folclore é a ciência das tradições e usos populares, constituído pelos costumes e tradições populares transmitidos de geração em geração. Todos os povos possuem suas tradições, crendices e superstições, que se transmitem através de lendas, contos, provérbios,canções, danças, artesanato, jogos, religiosidade, brincadeiras infantis, mitos, idiomas e dialetos característicos, adivinhações, festas e outras atividades culturais que nasceram e se desenvolveram com o povo.



Características do fato folclórico


Para se determinar se um fato é folclórico, segundo a UNESCO, ele deve apresentar as seguintes características: tradicionalidade, dinamicidade, funcionalidade e aceitação coletiva.

      -Tradicionalidade, a partir de sua transmissão geracional, entendida como uma continuidade, onde os fatos novos se inserem sem ruptura com o passado, e se constroem sobre esse passado.
                -  Dinamicidade, ou seja, sua feição mutável, ainda que baseada na tradição.
           Funcionalidade, existindo uma razão para o fato acontecer e não constituindo um dado isolado, e sim inserido em um contexto dinâmico e vivo.
             Aceitação coletiva: deve ser uma prática generalizada, implicando uma identificação coletiva com o fato, mesmo que ele derive das elites. Esse critério não leva em conta o anonimato que muitas vezes caracteriza o fato folclórico e tem sido considerado um indicador de autenticidade, pois mesmo se houver autor, desde que o fato seja absorvido pela cultura popular, ainda deve ser considerado folclórico. 
Pode-se acrescentar a esses o critério da espontaneidade, já que o fato folclórico não nasce de decretos governamentais nem dentro de laboratórios científicos; é antes uma criação surgida organicamente dentro do contexto maior da cultura de uma certa comunidade. Mesmo assim, em muitos locais já estão sendo feitos esforços por parte de grupos e instituições oficiais no sentido de se recriar inteiramente, nos dias de hoje, fatos folclóricos já desaparecidos, o que deve ser encarado com reserva, dado o perigo de falsificação do fato folclórico. Também deve ser regional, ou seja, localizado, típico de uma dada comunidade ou cultura, ainda que similares possam ser encontrados em países distantes, quando serão analisados como derivação ou variante.

Criação da data
O Congresso Nacional Brasileiro, oficializou em 1965 que todo dia 22 de agosto seria destinado à  comemoração do folclore brasileiro. Foi criado assim o Dia do Folclore Nacional. Foi uma forma de valorizar as histórias e personagens do folclore brasileiro. Desta forma, a cultura popular ganhou mais importância no mundo cultural brasileiro e mais uma forma de ser preservada. O dia 22 de agosto é importante também, pois possibilita a passagem da cultura folclórica nacional de geração para geração.

Vamos aproveitar a data para relembrar e celebrar nosso Folclore, seja gaúcho, brasileiro, internacional...viva o Folclore!!!


Palavra de Prenda - A importância da competição na juventude! por Alexia Trento



Bem, saudações a todos os apreciadores da cultura gaúcha, que de bom grado visitam nosso querido blog. Sou Alexia Trento, 1ª Prenda mirim do Rio Grande do Sul, e muito honrosa por este titulo ostentar. De maneira a saudar a todos, escrevo sobre: A importância da competição na juventude.

É de praxe que sabemos que cada vez mais os concursos culturais fazem fama Rio Grande afora, mas é com pesar que lembramos de que cada vez mais tradicionalistas deixam-se envolver pelo inculto motivo de apenas ‘competir’, e é por isso e a isso que esse texto se refere. Todos nós sabemos que, sim, os concursos têm objetivo de cada vez mais incentivarem jovens a se envolverem com a cultura e as tradições de nosso querido estado. Temos todos de ter a ciência de que estamos ali, não para colocarmos um pedaço de couro em nosso peito e sair por aí contando vantagens. Mas sim, de lembrarmos o quanto esforço tivemos para chegarmos ali, para recebermos o reconhecimento, e não para ficarmo-nos crucificando-se por não ter conquistado o objetivo, e que para este se realizar, vão a tribunais e até mesmo, por vezes, acabam tirando ‘inocentes’ de seus cargos, sem a mínima ciência de que o tradicionalismo de verdade, o puro sentido, é de participar e ser mais um contribuinte da nossa razão de união!  Não devemos nos deixar levar simplesmente por um pedaço de couro estampado no peito, mas o carinho e o amor que temos ao nosso chão, agora lhes pergunto: -O que o tradicionalismo prega? O que nos, jovens, temos de incentivar cada vez mais? Sim, caros companheiros de causa, a união, o fortalecimento e o incentivo a cada vez mais participação da nossa juventude! Mas não é isto que muitos fazem, e decidem simplesmente pelo motivo de receber um pedaço de couro, e não de saber o quão valorosos caminhos o movimento tradicionalista nos proporciona, decidem levar a tribunais e deixam perder-se cada vez o mais o sentido da causa tradicionalista! Faço um apelo aos tradicionalistas, que sejam realmente povo gaúcho, não se deixem levar, e cada vez mais seam atuantes e abrilhantadores desta cultura tão linda!

Um beijo no coração de todos, e bom resto de inverno!
Carinhosamente, Alexia Trento, 1ª Prenda Mirim do Rio Grande do Sul 2011/2012

quinta-feira, 18 de agosto de 2011

Logo 45 Anos do MTG - a marca do êxito


Hoje trazemos para quem nos visita a feliz notícia - divulgado no última Convenção Tradicionalista, o logo dos 45 anos do MTG representa o sucesso e vida pujante de nosso Tradicionalismo Gaúcho. Chegamos aos 45 anos de vida, de forma dinâmica, positiva, democrática e cada vez maior. Nada melhor para coroar essa data do que uma linda logomarca. A seguir o texto explicativo, para que todos nós estejamos informados sobre o significado de nossa nova simbologia.

LOGOMARCA E SIMBOLOGIA DOS 45 ANOS DO MTG 
Apoiado no tema anual , FORTALECENDO AS RAÍZES DA TRADIÇÃO GAÚCHA, e 
tendo com o base o Brasão, onde, no seu interior , encontramos o tronco, representando  
as  raízes  e de onde saem os brotos,  foi criado um símbolo especifico alusivo aos 45 
anos do MTG. 
A logomarca foi apresentada e aprovada durante a 76ª Convenção Tradicionalista, e será 
usada ao longo de todo o ano nos materiais gráficos da federação, marcando as 
comemorações de aniversario. Isso não implica retirar o Brasão do MTG dos materiais. 

DESTAQUE DO TRONCO COM OS BROTOS. 
O tronco: representa o passado.  
O broto: representa o presente.  
As sete folhas representam o tradicionalismo como organismo social de natureza nativista, cívica, cultural, literária, artística e folclórica.  


fonte: site MTG/RS

quinta-feira, 11 de agosto de 2011

Feliz dia do Estudante!

    

       Parabéns a todos, Prendas e Peões que podem comemorar esse dia...sim, pois aqueles que se dispõem a estudar pelo Tradicionalismo Gaúcho merecem nossas mais sinceras congratulações.

"Lembre-se que as pessoas podem tirar tudo de você, menos o seu conhecimento." Albert Einstein



     Além disso, não podemos deixar de mencionar que, o Dia do Estudante, inevitavelmente, nos leva a reflexão de que nosso Movimento se iniciou no meio estudantil, do tradicional Colégio Julio de Castilhos, de Porto Alegre. As fileiras estudantis deram o "ponta-pé" inicial nesse grandioso movimento associativo-cultural do qual hoje fazemos parte.

      Dica: Não se esqueça! O Tradicionalismo teve seu início em 1947, com a fundação do Grêmio Estudantil do "Julinho", comandado por Paixão Côrtes e em consequência disso, a Ronda Gaúcha (que mais tarde popularizou-se como Ronda Crioula, como conhecemos hoje).
       O "35" CTG teve sua fundação posteriormente, somente em 24 de abril de 1948.


      A todos, nossos PARABÉNS, e é claro, para aqueles que pretendem participar da Ciranda e do Entrevero (em qualquer fase) lembrem-se de estudar com afinco! Torcemos por vocês!

quarta-feira, 10 de agosto de 2011

Lançamento dos Festejos Farroupilhas será em Taquara



O lançamento oficial dos Festejos Farroupilhas de 2011 será realizado no dia 20 de agosto, junto ao Acendimento Nacional da Chama Crioula, em Taquara. A definição ocorreu em reunião realizada na última quarta-feira, dia 13 de julho, pela Comissão Estadual dos Festejos Farroupilhas, na sede do Instituto Gaúcho de Tradição e Folclore (IGTF). A cerimônia está marcada para as 16 horas, na Praça Marechal Deodoro, e deverá contar com a presença do governador do Estado, Tarso Genro.
Após o lançamento será feita a entrega dos títulos de Embaixador e Cônsul Honorários do Rio Grande do Sul, com o objetivo de homenagear os tradicionalistas que difundem e preservam as tradições gaúchas fora do Estado. Os nomes são indicados pelos representantes das dez federações tradicionalistas espalhadas pelo Brasil. Na sequência, ainda ocorrerá a solenidade de acendimento do fogo simbólico que, neste ano, destaca os 50 anos da Carta de Princípios do Movimento Tradicionalista Gaúcho (MTG).
Segundo o coordenador da 22ª Região Tradicionalista, anfitrião dos eventos, José Roberto Fischborn, a expectativa da comissão organizadora é de receber cerca de cinco mil visitantes, além dos três mil cavalarianos de todo o Estado. Outras sete federações também já confirmaram presença. A programação terá início no dia 18 de agosto, quinta-feira, e se estenderá até o domingo, com palestras culturais, espetáculos artísticos e integração entre as comitivas.
A Comissão Estadual, sob o comando do presidente do MTG, Erival Bertolini, é formada por representantes das secretarias de Estado da Cultura, Educação, Turismo, Esporte e Lazer, Brigada Militar, Federação dos Municípios do Rio Grande do Sul, Movimento Tradicionalista Gaúcho e IGTF.



Visitem o site http://www.chamacrioula.net.br/, para esse texto e muito mais informações sobre esse grandioso evento do Tradicionalismo Gaúcho.

segunda-feira, 8 de agosto de 2011

76ª Convenção Tradicionalista




Quem teve a oportunidade de comparecer, em pelo menos um dos três dias de Convenção Tradicionalista, sua 76ª edição, na cidade Taquara, pode acompanhar as defesas e propostas apresentadas pela juventude tradicionalista.
Vencemos, perdemos, ora éramos defendidos, ora percebíamos uma resistência quanto ao jovem atuante no Movimento. Mas independente de qualquer resultado conseguimos mostrar que a juventude é sim atuante.
Gostaríamos de agradecer imensamente a todos aqueles que tiveram coragem de manisfestarem-se  perante uma plateia e uma comissão com olhos firmes e voltados para um só ideal: aumentar a qualidade de nossa nobre Coletânea Tradicionalista. Não menos importante foram os jovens que permaneceram atentos e deram força sempre para que a moçada se fizesse sempre amparada.
Voltamos para casa sem o direito a voto da juventude, solicitado ainda na sexta-feira. Entretanto, carregamos conosco a felicidade de ver, em meio a um público de aproximadamente 400 pessoas, 40% de presença jovem. E esse número ainda pode aumentar! Mas já foi o necessário  para perceber que jamais estaremos sozinhos, que a juventude do Rio Grande é unida e, embora com menos experiência, provou ser responsável e consciente. Mais uma vez agradecemos a todos aqueles que de uma forma ou de outra contribuíram e defenderam nossas ideias, independente da idade, o espírito jovem vive em vocês. Obrigado ao município de Taquara e a 22¤ Regiăo Tradicionalista pela acolhida e os bons momentos durante a 76¤ Convençăo Tradicionalista. Uma abraço a todos e até o acendimento da chama Crioula 2011!